Um bocadito para lá das aparências
Terça-feira, 17 de Julho de 2007
O Desenvolvimento Cognitivo Segundo Vigotski - 1

Os próximos posts serão dedicados a estudo e exposição de trabalho relacionado com o desenvolvimento infantil, área da psicologia que estuda os mecanismos e as condições de possibilidade do desenvolvimento da inteligência humana nas suas primeiras fases de consolidação. Neste estudo dá-se destaque à perspectiva de Vigotski e à importância que a linguagem terá no processo do desenvolvimento cognitivo.


  1. ENQUADRAMENTO GERAL

A exposição que propomos segue a orientação da psicologia do desenvolvimento. Claramente relacionada com a educação, estuda na medida do possível, os processos e as linhas gerais das condições de possibilidade da aprendizagem humana (desenvolvimento), tal como os fenómenos que lhe subjazem. Como não poderia deixar de ser, os estudos relativos a esta matéria centram-se sobretudo nas camadas mais jovens, tendo as experimentações mais relevantes nesta matéria sido levadas a cabo em crianças e adolescentes – Piaget, precursor da psicologia cognotivista, chega inclusivamente a afirmar que todos os processos de maturação da inteligência humana se sedimentam até por volta dos quinze anos de idade, sendo que a partir daí, nada de significativo ocorre em termos de desenvolvimento – estarão formadas as estruturas que permitem ao ser humano realizar os seus feitos intelectuais, mais ou menos relevantes, com maior ou menor grau de erudição.

Na realidade, a inteligência define-se pela capacidade de superar novas situações, e partindo deste princípio, não podemos deixar de relacionar a inteligência com a aprendizagem – não é aprender superar sempre uma nova situação? No que nos respeita, de acordo com o espectro do nosso enquadramento, aprender é sinónimo de inteligência e é nas crianças que mais facilmente se poderão estudar e apurar os fenómenos que ocorrem durante as primeiras fases de consolidação. Piaget assim o pensava, tal como Vigotski, tendo ambos realizado grande parte das suas investigações com base na observação experimental de crianças durante as suas primeiras fases de aprendizagem.


Surgem no entanto algumas divergências entre o pensamento de Piaget e o de Vigotski. Enquanto Piaget explicava o desenvolvimento segundo estruturas bem definidas e delimitadas, e segundo faixas etárias bem demarcadas, Vigotski relegava para as relações sócio-culturais o factor determinante do desenvolvimento. Piaget fazia depender de estruturas inatas e a priori a condição de possibilidade da evolução cognitiva por estágios – o conflito cognitivo surgiria a partir de condições internas e independentes das relações interpessoais. Já Vigotski fazia depender dos factores sócio-culturais e relacionais a condição de possibilidade do conflito cognitivo. Enquanto que Piaget considerava que o processo do desenvolvimento estaria terminado por volta dos quinze anos, Vigotski defendia uma tese diferente - considerava que o desenvolvimento durava toda a vida, sendo que um adulto, segundo determinadas circunstâncias, poderia encontrar-se num nível de desenvolvimento proximal similar ao de uma criança em fase escolar. Por outras palavras, um adulto analfabeto poderia encontrar-se num nível de desenvolvimento similar ao de uma criança, sendo que o ponto chave desencadeador do conflito cognitivo seria então o contacto directo com a situação concreta – neste caso a aprendizagem da escrita e da leitura.




publicado por Transbordices às 16:37
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Renan Santos a 26 de Março de 2008 às 15:02
Em que livro encontro este texto?


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
16
17
18

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Frango???

A Volta

O Vidrão

A Culpa?

A convicção

No princípio

Melhor que isto...

...

Será que agora vai?

Cá estamos

Estou Armado ao Pingarelh...

Do Mito à Natureza

A Vontade do Saber

O que é a Ontologia?

...

A Multa

A Marca

O Tempo visto por quem di...

Limites

...

arquivos

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

blogs SAPO
subscrever feeds