Um bocadito para lá das aparências
Quinta-feira, 10 de Maio de 2007
A Bomba
Que melhor maneira para encetar este blog do que invocar o tema da justiça?

Nos tempos que correm tende-se a associar a justiça ao relativismo, ou seja, derrogar nas instituições e no paradigma a formação moral dos indivíduos, desculpando as suas tendências, boas ou más, com factores extrínsecos que anulam a possibilidade para uma essência.

Não me manifesto quando à importância que a responsabilização possa ter para definir quem afinal de contas é boa ou má pessoa, inclino-me antes para uma solução que raia o surreal e o abstracto - possível fosse

Porque não inventam uma bomba selectiva que elimine da face da terra todos os perversos, canalhas e sacanas? Uma bomba que ao detonar emita raios laser alterados para varrer todos os que contribuem conscientemente para tornar o nosso mundo num chiqueiro moral? Deste modo, fazendo detonar periódicamente uma bomba dessas, seria garantida a formação de uma sociedade em que todos contribuiriam para o bem estar geral em consciência e com consciência. E o mais importante - mesmo que eu tivesse a certeza que essa bomba me fosse  levar  também a mim, eu preferia que ela detonasse mesmo assim, pois estaria a contribuir para transformar este mundo num mundo mais decente. Rebenta bomba, mesmo que me leves também a mim...


publicado por Transbordices às 19:59
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De so12 a 24 de Maio de 2007 às 21:27
Cuidado...iamos todos e quem ficava para escrever? :)))


De Transbordices a 5 de Junho de 2007 às 16:10
se ía-mos todos ou não está bem claro ;)


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
16
17
18

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Frango???

A Volta

O Vidrão

A Culpa?

A convicção

No princípio

Melhor que isto...

...

Será que agora vai?

Cá estamos

Estou Armado ao Pingarelh...

Do Mito à Natureza

A Vontade do Saber

O que é a Ontologia?

...

A Multa

A Marca

O Tempo visto por quem di...

Limites

...

arquivos

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

blogs SAPO
subscrever feeds